Por Fernando Seacero*

Na hora de adotar um modelo de aprendizagem digital nas empresas, é fundamental ter claras algumas diferenças sobre as plataformas adequadas para entreter ou para aprender.

Ultimamente, são muitas as necessidades de transformação digital. Há também uma invasão de soluções de ensino à distância que precisam ser analisadas e filtradas por quem cuida da aprendizagem e do engajamento, ou melhor, das pessoas nas empresas.

Segundo o Fosway Report 2020, um relatório anual sobre diferentes plataformas de aprendizagem, 95% das empresas mundiais afirmam que a aprendizagem e o treinamento corporativo não irão retornar para seu formato de antes da pandemia. Logo, acertar nessa escolha é uma questão de impacto no longo prazo.