Confira o texto publicado no site Falando de Gestão, sobre a parceria entre a i9Ação e o Escape Hotel. Tema também foi alvo de reportagem do UOL, com destaque ao treinamento corporativouol

A receita parece simples – prenda meia dúzia de pessoas em uma sala com móveis cheios de objetos, paredes com anotações enigmáticas e passagens secretas, e dê 60 minutos para o grupo encontrar pistas que o levem a localizar a saída. A fórmula, criada em 2007 no Japão e batizada de real escape game, partiu da lógica de videogames do tipo ‘aponte e clique’ e, em movimento contrário à tendência de virtualização, buscou trazer para o real o que até então só se via na tela. Deu tão certo que, em três anos, a ideia já era replicada em mais de uma dezena de países. Mas isso foi apenas a primeira pista de que os jogos reais tinham fôlego para se tornar sucesso no mundo do entretenimento.

Os números falam alto: do início, em 2007, até meados de 2016, o total de salas de escape no mundo cresceu estonteantes 498.000%. Claro que esse é um percentual sem muito sentido, na medida em que parte de apenas uma sala. Basta, porém, observar a dinâmica do segmento entre 2014 e agosto de 2016 para notar que as coisas vão mesmo muito bem nesse novo mercado. Em 18 meses, o número de salas de jogos floresceu em mais de 870% no mundo – hoje elas existem em ao menos 1.016 cidades de 87 países. Segundo o Escape Room Directory, há no mínimo 2.175 locais de escape games, somando 5,1 mil salas de jogos. O Brasil é sócio relativamente recente do clube, mas já soma 32 locais – a estimativa é de cerca de 140 salas verde amarelas.


Game Jam da i9Ação

Desenvolvida pela i9Ação, a experiência Game Jam transforma a participação criativa de cada jogador em um elemento rico para a formação de soluções gamificadas

Criar jogos para treinamento é uma tarefa complicada? Nada disso! O Game Jam da i9Ação foi desenvolvido com o propósito de disseminar o potencial do game de aprendizagem por meio de uma experiência envolvente, divertida, produtiva e, além disso, gamificada!

A metodologia se tornou uma ferramenta de engajamento que começa pela criação coletiva. E deu tão certo, que passou a ser utilizada também dentro das empresas para despertar o Potencial Criativo e de Inovação dos colaboradores, bem como, para promover Integração e Sinergia.


iA9ção - gamificaçãoA partir da criação de uma semente de jogo no Game Jam da i9Ação, o Tribunal de Justiça de Santa Catarina escolhe a gamificação como estratégia para ampliar resultados do Programa Teletrabalho. Leia o case publicado no jornal O Estado de S. Paulo 

Muitas instituições judiciárias têm trabalhado em busca de soluções que elevem o padrão de qualidade em suas operações. Este é o caso do Tribunal de Justiça de Santa Catarina (TJ-SC), que descobriu, em uma vivência de gamificação, que seria possível ter um treinamento mais eficiente, capaz de motivar os servidores através da valorização da criatividade de cada um. Combinando pontos do dia a dia com técnicas de gamificação, o TJ-SC conseguiu uma boa alternativa para os desafios do seu Programa de Teletrabalho.

Com foco em produtividade e qualidade de vida, o principal objetivo do Tribunal era encontrar uma forma para tornar o treinamento do Teletrabalho mais simples, prático e eficiente. Nesse cenário, todo o processo de aprimoramento de tarefas e de fixação de conhecimento deveria orientar e motivar os servidores a aderirem ao sistema do programa, sem comprometer a produtividade das equipes. Na prática, a meta era aumentar em 20% a produção dos cadastrados, além de melhorar a qualidade de entrega do trabalho e de vida dos servidores.


9° Concurso Acelera Startup Fernando Seacero, sócio-fundador da i9Ação, participou ontem, 07/11, do painel sobre a utilização de jogos e tecnologias em novos negócios; Durante o período da tarde, o executivo esteve presente nas ações de mentoria do concurso

Nos dias 7 e 8 de novembro, São Paulo recebe a 9ª edição do Concurso Acelera Startup, promovido pelo Comitê Acelera Fiesp (CAF), da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp). O painel “Realidade Virtual/Aumentada e Games” recebeu o executivo Fernando Seacero, sócio-fundador da i9Ação Treinamento e Desenvolvimento – uma das empresas pioneiras no setor.

Aberto a projetos e empresas de diversos segmentos, o encontro tem como objetivo explorar as oportunidades disponíveis para o desenvolvimento e fortalecimento de novas ideias e negócios no país. É nesse cenário que Seacero apresentou os diferenciais que têm transformado a gamificação em um elemento cada vez mais presente e importante para a gestão de companhias de todos os tamanhos.


Metodologia de PreferênciasMetodologia de Preferências Humanas, desenvolvida por Fernando Seacero, foi uma das práticas destacadas pela Folha de S. Paulo para mostrar a importância das análises comportamentais no mundo profissional

Qual a importância dos testes de personalidade e como podem ser utilizados para definir melhor os talentos e as oportunidades de cada pessoa? Qual o impacto na rotina do profissional ao conhecer os perfis de comportamento humano? Estas foram algumas das questões respondidas pela reportagem do caderno de Carreiras, no último domingo (23), da Folha de S. Paulo.

Entre outros detalhes, a publicação destacou a metodologia de Preferências Humanas, desenvolvida por Fernando Seacero, sócio-fundador da i9Ação. O método utilizado pela i9Ação demonstrou, na reportagem, como a análise comportamental apoia os processos de seleção e gestão de Recursos Humanos das empresas e, além disso, como este tema pode significar novas possibilidades de desenvolvimento individual para os próprios profissionais, com o autoconhecimento em evidência.


A Sétima PirâmideO mais novo Playframe da i9Ação reúne estratégia e fantasia para o desenvolvimento de competências dos participantes

Jogos de Aprendizagem podem ajudar, e muito, a estimular a participação e o engajamento de seus colaboradores. Mas, para isso, é essencial que o game tenha uma trama envolvente, cheia de estímulos, que mistura Storytelling e a metodologia de Bioaprendizagem. E é este o objetivo do A Sétima Pirâmide, o mais recente Playframe da i9Ação, criado para treinar e desenvolver as pessoas com maior eficiência e interatividade.

Recheado de elementos estratégicos, este game é uma verdadeira aventura colaborativa, que observa e pratica competências como visão sistêmica, colaboração, empatia, flexibilidade, comunidação assertiva, relacionamento interpessoal, inteligência emocional, entre outras.


Fernando SeaceroEm outubro, Fernando Seacero levará a gamificação como um dos temas de destaque em eventos em dois dos principais eventos do setor de Recursos Humanos no país (saiba mais sobre o evento em DF)

Especializada no desenvolvimento de jogos e soluções criativas para o mercado corporativo, a i9Ação Treinamento e Desenvolvimento marcará presença na 11ª edição do Congresso de Gestão de Pessoas da ABRH-BA, em Salvador (BA), que acontece nos dias 6 e 7 de outubro. Já no dia 19 de outubro será a vez de Brasília, com participação no ENCONTRARH 2016 – 26º Encontro Anual de Recursos Humanos do Planalto Central, realizado pela ABRH-DF.

Durante o evento em Salvador, Fernando Seacero, sócio-fundador da i9Ação, comandará o Game Jam, vivência de cocriação de jogos empresariais. Em Brasília, a temática da palestra será “Games – Aprendizagem e engajamento para vencer desafios complexos”, mostrando como a utilização dos recursos de gamificação podem apoiar o dia a dia das empresas.


Sem título

A edição 2015 do Conarh deve receber um APP baseado em gamificação para entreter os frequentadores da feira. O evento sobre o setor de recursos humanos terá em seu aplicativo elementos de jogos para tornar a participação de seus convidados mais interativa.


final

Bárbara Nór

Da Revista VOCÊ S/A, em São Paulo

Os brasileiros são conhecidos como um povo comunicativo. E esse clichê se repete no trabalho: 45% dos profissionais do país se encaixam em um perfil comportamental que tem facilidade para estabelecer vínculos e pouca objetividade para tratar de problemas.

Essa é a conclusão do psicólogo Fernando Seacero, da i9ação, consultoria de São Paulo, com base em treinamentos com mais de 30 000 profissionais. Com base na pesquisa, a empresa mapeou quatro perfis de comportamento.