Revista Brasileira de Administração: Videogame é coisa séria

A publicação destaca o uso de jogos e técnicas lúdicas em treinamentos corporativos e avaliações de colaboradores A

A publicação destaca o uso de jogos e técnicas lúdicas em treinamentos corporativos e avaliações de colaboradores

A prática da gamificação, como é popularmente chamada, tem ganhado cada vez mais espaço no mercado, especialmente por empresas que buscam realizar atividades de avaliação ou treinamento por meio de métodos “não convencionais”.

Pioneira neste mercado, a i9Ação concedeu entrevista para a revista. Confira!

Como funciona a gamificação?

Durante entrevista, o sócio-fundador da i9Ação, Fernando Seacero explicou que os jogos podem atender diferentes funcionalidades, de acordo com a necessidade e especificidade de cada empresa.

“Precisamos entender onde aquele cliente quer chegar e o tipo de impacto que ele quer ter. A partir disso, começamos a pensar nas soluções, muitas vezes discutidas com o próprio grupo. Propomos a mecânica de jogo e validamos os processos, até chegar num produto mais adequado para aquela realidade”, destaca.

Os benefícios do método

De acordo com Seacero, enquanto nos formatos tradicionais de aula – incluindo o sistema EAD tradicional – a absorção média é de 8% a 12%, já no game a absorção varia de 36 a 45%.

“A gamificação é pelo menos três vezes mais eficiente do que uma metodologia normal. Isso sem falar no engajamento, que com o game chega a até 55%, porque desperta a curiosidade das pessoas. Já o engajamento espontâneo gira em torno de 8%, em campanhas ou cursos tradicionais”.

As funcionalidades da gamificação

Além de possuir mais engajamento por parte de quem participa, a aplicabilidade dos games pode ser utilizada de diferentes formas, por exemplo, para que novos colaboradores conheçam a cultura da empresa ou sejam treinados de acordo com o código de ética da corporação.

“Uma vez criado, o game pode ser aplicado quando a empresa quiser. O material pode ser atualizado, oferecendo uma mecânica interessante que pode ser usada por anos. Vendo por esse aspecto, a solução não sai caro”, diz.

Confira abaixo alguns exemplos de jogos desenvolvidos pela i9Ação

E ai, gostou de conhecer um pouco mais sobre gamificação? Então, não deixe de falar com quem entende do assunto: marque uma conversa aqui!

 

Deixe um comentário