O Jornal da Cidade: Game Jam chega à Salvador com criação de jogos corporativos

Especialistas de recursos humanos e gestão de pessoas estarão reunidos, nesta sexta-feira (07), no Game Jam Salvador, evento que

00-00-07-08-15-game_jamEspecialistas de recursos humanos e gestão de pessoas estarão reunidos, nesta sexta-feira (07), no Game Jam Salvador, evento que utiliza uma metodologia inédita de cocriação de games como forma de solucionar desafios corporativos e engajar colaboradores em diversas áreas.

Organizado pela i9Ação, empresa pioneira no desenvolvimento de jogos empresariais e soluções interativas de aprendizagem na América Latina, o evento – primeiro no Nordeste – tem parceria com a Associação Brasileira de Recursos Humanos (ABRH Bahia) e a Véli Soluções em RH. O Game Jam será realizado no Hotel São Salvador, das 8h30 às 12h30.

“Nós viemos para estimular os convidados a criarem ‘sementes de jogos’, para mostrar que todos podem criar seus próprios protótipos simples e também possibilitar a troca entre os jogadores. Essa é a primeira edição de uma programação que acontecerá no Nordeste”, afirma o sócio-fundador da i9Ação, Fernando Seacero.

Enquanto isso, em São Paulo, o evento terá uma versão ampliada para quase duas mil pessoas durante o CONARH 2015, maior congresso de recursos humanos e gestão de pessoas da América Latina, que será realizado entre os dias 17 e 20 de agosto.

A Dinâmica

​Após a palestra de Fernando Seacero, começa o workshop Game Jam. Com até oito participantes por mesa, a criação do jogo tem por objetivo estimular criatividade, inovação e reflexão sobre um tema livre ou proposto pelo Game Jam. Os integrantes podem escolher o foco do jogo e depois fazer uma passagem em outras mesas, dar feedbacks e avaliá-los.

Os participantes geralmente se surpreendem com a própria capacidade criativa e a qualidade dos jogos que desenvolvem. “A criação de estratégias, objetivos e dinâmicas possibilitam ao jogador pensar fora da caixa, com um novo leque de ideias. É ótimo para quem está precisando renovar o clima da empresa e enfrentar desafios no dia a dia”, convida o palestrante.

Pessoas mais engajadas

O Game Jam foi criado a partir do questionamento de como engajar pessoas que, de acordo com pesquisa realizada em 2013, os colaboradores engajados são 480 % mais comprometidos com o sucesso da companhia. Eles indicam sua companhia 370% a mais que os outros e são 250% mais propensos a recomendar melhorias em todas as áreas.

Por outro lado, os colaboradores pouco engajados são quatro vezes mais propensos a deixar o trabalho e que gestores com baixo engajamento têm três vezes mais chances de possuírem equipes com baixo engajamento.

Existem três principais alavancadores de engajamento: um bom fluxo de comunicação entre diversos níveis hierárquicos, uma liderança inspiradora, aprender e se desenvolver dentro da organização.

De acordo com Fernando Seacero, os games são ferramentas nas quais o aprendizado é constante, o exercício da liderança e diferentes formas de comunicação acontecem naturalmente e ainda geram memória de longo prazo, permitindo aos jogadores que consigam colocar em prática no dia a dia o conhecimento adquirido em um game.

“O Game Jam é a forma que encontramos de disseminar o conhecimento e o potencial da gamificação para as pessoas que estão em busca de formas mais eficientes e colaborativas de encarar desafios. Conseguimos reunir pessoas, fazer com que elas interajam, saibam a importância do feedback de metas claras, tenham um objetivo inspirador e um aprendizado coletivo”, resume Seacero.

saiba o que a gamificação ensina sobre liderança

Deixe um comentário