: 4 Dicas para fazer da cooperação uma aliada da aceleração da aprendizagem

MOOCs versus MATHCs: 4 Dicas para fazer da cooperação uma aliada da aceleração da aprendizagem

  Por Fernando Seacero Após todos esses anos convivendo com os MOOCs – Massive Open Online Courses, percebemos

: 4 Dicas para fazer da cooperação uma aliada da aceleração da aprendizagem

Imagem: Marcus Souza

 

Por Fernando Seacero

Após todos esses anos convivendo com os MOOCs – Massive Open Online Courses, percebemos que o impacto na aquisição de conhecimento pode ser ainda maior se utilizarmos algumas estratégias para ampliar o engajamento das pessoas na aprendizagem digital

Na grande evolução no que chamamos de aprendizagem digital à distância, o que há dez anos era um privilégio de universidades e grandes corporações, hoje se multiplica no mundo com os MOOCs – Massive Open Online Courses (ou, numa tradução livre, cursos on-line abertos a todos). Os grandes expoentes deste movimento são Coursera, Khan Academy e Udemy, entre outros.

Essas plataformas são revolucionárias e abriram para muitos a possibilidade de acesso a conteúdos apresentados de uma forma muito mais palatável, eficiente e divertida do que seus antecessores. A partir destas experiências, quais as estratégias podem ampliar o engajamento e o poder do ensino por meio digital?

Segundo Niema Moshiri, pesquisador e desenvolvedor de estratégias de aprendizagem on-line da Universidade da Califórnia, nos Estados Unidos, o conteúdo em si não gera aprendizagem. O que gera a aprendizagem é o envolvimento da pessoa com o conteúdo, após ter o primeiro contato com ele, criando perguntas e dúvidas e relacionando aquelas informações a outros conhecimentos e habilidades que já possui.

Assim, o principal desafio neste campo é transformar a experiência impessoal das plataformas em algo mais personalizado, onde a pessoas possam avançar por si no conhecimento toda vez que encontrarem um “breaking point”, ou seja, o seu ponto de ruptura.

Essa é uma questão muito importante! Se não houver um lugar dentro da plataforma de experiência onde a pessoa possa tirar suas dúvidas, gerar outras dúvidas e interagir a respeito, ela provavelmente deixa de seguir a evolução da trilha de aprendizagem, ou não se engaja mais com o restante da jornada.

 

Principais dicas para transformar nossos MOOCs Massive Open Online Courses em MATHCs Massive, Adaptive Interactive, Hybrid Courses?

MATHCs – Massive, Adaptive Interactive, Hybrid Courses pode ser traduzido como: cursos massivos adaptativos híbridos. E o que isso significa? São cursos em que existe maior interação das pessoas e o protagonismo dos alunos é estimulado de forma que esses cursos se tornam adaptativos, ou seja, você identifica e busca aquilo que é necessário para você naquele momento dentro do programa proposto.

Vamos entender como aproveitar ao máximo esse novo formato:

 

1 – Aprendizagem está muito relacionada ao envolvimento emocional da pessoa.

O primeiro impacto com a jornada deve ser algo que tire a sua percepção do comum. Algo divertido, curto, com sons e cores pode ampliar muito a possibilidade de engajamento real da pessoa com o tema. Vale lembrar que 70% de nosso sistema nervoso é Límbico, ou seja, emocional. Não nos engajamos com nada que não seja emocionalmente interessante. E, sim, até a matemática pode ser emocionante.

 

2 – Problemas. As pessoas adoram resolver problemas.

Quando comecei a trabalhar com games relacionados à aprendizagem percebi que, de fato, as pessoas adoram ser desafiadas. Principalmente se elas conseguem relacionar esses problemas com algo que pode ser aplicado em sua vida ou que possa ajudar outras pessoas ou seu ambiente.

 

3 – Um lugar para as pessoas colaborarem e expressarem suas dúvidas.

Não estou colocando aqui um moderador tradicional ou mesmo um fórum, mas um lugar onde mentores e outros participantes possam inserir suas opiniões e dúvidas na comunidade de aprendizagem que estão participando: interagir.

 

4 – Uma experiência de comunidade de aprendizagem onde todos podem colaborar para o crescimento mútuo.

Por exemplo, quando utilizamos pontuações e ranking em gamificação relacionada à aprendizagem sempre sugerimos que todos que passem de uma determinada pontuação possam receber algo. Assim, ao invés de competir e não compartilhar o que sei com os outros, posso ajudar na evolução de todos como participante, para que todos recebam prêmios e reconhecimento.

 

Você quer entender mais sobre como a aprendizagem digital pode integrar todos esses recursos e permitir que as pessoas da sua empresa se engajem nesse processo? Dê um passo à frente e clique aqui para agendar uma conversa com o time da i9Ação!

Deixe um comentário