Como entender a BioAprendizagem e o ensino eficiente? O TED Talks explica!

Como entender a BioAprendizagem e o ensino eficiente? O TED Talks explica!

Imagem: Marcus Souza Por Fernando Seacero Entenda a metodologia BioAprendizagem de uma vez por todas. Como? A estrutura

Como entender a BioAprendizagem e o ensino eficiente? O TED Talks explica!

Imagem: Marcus Souza

Por Fernando Seacero

Entenda a metodologia BioAprendizagem de uma vez por todas. Como? A estrutura do TED Talks pode ser uma ótima forma de explicar. Confira!

Num ambiente passivo de aprendizagem, a retenção do conteúdo é no máximo entre 5 e 9% do que está sendo passado. No espaço com mais interação, num ambiente que possa gerar engajamento, a diferença é brutal, chegando a 40 ou 50%. Quando falamos sobre o envolvimento dos três cérebros na aprendizagem (BioAprendizagem), a taxa de aproveitamento do conteúdo estudado chega a 90%.

A BioAprendizagem tem como missão, além de ensinar, engajar e instigar o aluno à ação. Seu potencial de ensino é eliminar a relação fria do conteúdo, tutor e aluno, em aulas massantes que acabam não tendo aprendizagem nem resultados. E como ela consegue atingir seu objetivo? Pela aprendizagem que deve envolver as três partes do cérebro, Neocórtex, Límbico e Reptiliano, ou seja, a parte racional e lógica, a parte emocional e a parte motora.

Atividades que se preocupam com a ativação do cérebro trino ampliam a retenção, são mais divertidas e, por isso, auxiliam para que as pessoas aprendam, tenham interesse e participação no processo. E outro ponto importante: fazem com que se lembrem do que foi aprendido depois da aula ou treinamento, valendo todo o esforço e investimento realizados.

A metodologia da BioAprendizagem foi criada por Fernando Seacero, empresário, psicologo e sócio-fundador da i9Ação, empresa fundada em 2001, pioneira no desenvolvimento de jogos para adultos no Brasil, com foco especial em gamificação corporativa. Os projetos de aprendizagem, treinamento e desenvolvimento de pessoas tem como objetivo gerar melhor taxa de retenção, aceleração da aprendizagem e mais resultados dentro de grandes empresas, no Brasil e no Mundo

Mas como explicar isso na prática? Do que se trata a metodologia de ensino BioAprendizagem e quais as suas diferenças em relação a outros métodos?

A BioAprendizagem sob a perspectiva do TED

Para explicar como uma metodologia pode fazer toda a diferença na hora de os alunos aprenderem de fato aquilo que está sendo ensinado, vamos comparar a BioAprendizagem com a estrutura do TED Talks! Nossa ideia aqui neste conteúdo é  utilizar o TED Talks como uma analogia e, assim, tornar mais divertida a sua leitura 🙂

Afinal, você já parou para pensar por que o programa TED Talks fez e continua fazendo tanto sucesso? Essencialmente por conta de sua estrutura, que demonstra alguns entendimentos bem sinérgicos ao método de ensino que estamos explicando.

1 – No TED Talks, o palestrante tem um tempo máximo de 18 minutos para falar, e isso não é por acaso. Esse tempo é adequado para segurar a atenção neural — que, após esse tempo, tende a despencar.

Já falamos bastante sobre isso nos últimos posts da Série Aprendizagem Digital na Retomada.

2 – Geralmente, o palestrante começa falando de algo pessoal (da vida, da sua relação com o filho, da sua profissão, entre outros exemplos). Ele compartilha um caso próprio, para estimular relações de afetividade, por meio do Sistema Límbico. É sempre algo mais emocional, sintetizado em 2 ou 3 minutos.

Nos processos de aprendizagem de adultos, aqui na i9Ação nós temos algumas formas que são estudadas em cada projeto para ativar o Cérebro Límbico. Em plataformas digitais, as empresas podem usar, por exemplo, as redes sociais, o diálogo, a emoção, o contato entre as pessoas. Estimular o Sistema Límbico é fundamental para gerar memória de longo prazo. Dentro da plataforma digital é importante criar um espaço social e mais emocionante, trazendo um vínculo emocional para o aprendizagem. 

3 – O ápice da palestra, uma síntese do conteúdo, acontece ali por volta dos 8 ou 9 minutos. Nesse momento, usam-se exemplos práticos de como se aplicar aquele determinado conteúdo na vida: “como você faria…”, “como eu consegui”, etc. Aqui ele já utiliza a parte lógica e racional para realmente ensinar um conteúdo.

E para o Sistema Neocórtex , indicamos diferentes formatos de conteúdo para que o participante possa escolher a ordem daquilo que é melhor para ele, o que ele quer aprender primeiro. Dando essa liberdade, são muito maiores as chances de fazer com que a pessoa queira voltar e continuar na experiência.

4 – Para ativar o Reptiliano é preciso ter desafios. Então, o palestrante “entrega” a ideia para os ouvintes para que possam aplicar em sua vida, instigando a ação e a parte motora.

Dentro de uma plataforma digital gamificada, após a visualização de um vídeo por exemplo, o participante é instigado à ação: normalmente, envolve vencer um desafio ou se engajar em discussões produtivas com os demais colegas sobre o que foi aprendido. É preciso ter pontuação, conquistas, o participante deve ver seu progresso claramente dentro da plataforma.

Dessa forma, o TED Talks usa diretamente os três cérebros, conforme é estudado e aplicado pela BioAprendizagem, que procura estimular suas regiões sensíveis para “grudar” aquele ensinamento. Não é por menos que tantas pessoas, em especial profissionais, se sentem renovados após ver determinadas palestras do TED Talks.

Com certeza deve ter acontecido com você também, certo?

Como a i9Ação faz na prática o que se aplica em um TED Talks?

A BioAprendizagem, portanto, está em cada jogo e plataforma desenvolvida pela i9Ação. Trata-se do pilar que direciona suas soluções e que vem ajudando clientes dos mais diversos setores. A metodologia é o caminho para um aprendizado moderno e realmente efetivo, tailor-made para os dias atuais, que exigem o máximo de cada aluno e profissional. Ficou interessado e quer entender como aplicar a BioAprendizagem em seus processos internos?

Converse com a i9Ação agora mesmo!

Deixe um comentário