CONARH_RevistaMelhorPalestrantes explicam como gamificação ativa regiões cerebrais que geram engajamento, melhoram performance e estimulam inteligência colaborativa.

Colocar a mão na massa e criar um game. Essa foi a proposta do último painel do segundo dia do CONARH 2015, Game Jam, com o palestrante Fernando Seacero, da I9ação, empresa especializada em gamificação em ambientes corporativos. “Ontem, na abertura do congresso, a Leyla, presidente da ABRH-Brasil, comentou que esse evento é uma co-criação de todos os RHs aqui presentes, portanto hoje vamos co-criar alguns games. Vocês topam esse desafio?”, indagou ao auditório Seacero.



tentativa FINAL

Sem título

Numa sala, executivos e profissionais da área de recursos humanos de diferentes setores e das mais diversas companhias estão tentando criar um jogo interativo para processos de seleção, retenção ou treinamento de profissionais. A cena se tornará realidade na próxima terça-feira, no Auditório do Saber do Transamérica Expo Center, em São Paulo, e será uma das atividades do Congresso Nacional sobre Gestão de Pessoas – Conarh 2015, que ocorrerá de segunda a quinta-feira desta semana. O tema do evento é a “A Arte da Gestão de Pessoas – Desafios, incertezas e complexidade”.



00-00-07-08-15-game_jamEspecialistas de recursos humanos e gestão de pessoas estarão reunidos, nesta sexta-feira (07), no Game Jam Salvador, evento que utiliza uma metodologia inédita de cocriação de games como forma de solucionar desafios corporativos e engajar colaboradores em diversas áreas.

Organizado pela i9Ação, empresa pioneira no desenvolvimento de jogos empresariais e soluções interativas de aprendizagem na América Latina, o evento – primeiro no Nordeste – tem parceria com a Associação Brasileira de Recursos Humanos (ABRH Bahia) e a Véli Soluções em RH. O Game Jam será realizado no Hotel São Salvador, das 8h30 às 12h30.



Sem título

A edição 2015 do Conarh deve receber um APP baseado em gamificação para entreter os frequentadores da feira. O evento sobre o setor de recursos humanos terá em seu aplicativo elementos de jogos para tornar a participação de seus convidados mais interativa.



111_610x800-305x400
O conhecimento dos colaboradores sobre a empresa é fundamental para o sucesso nos negócios, mas nem sempre todos absorvem a cultura corporativa. Como engajar os colaboradores na integração? Fernando Seacero, sócio-fundador da i9Ação, é destaque na matéria da Revista HSM Management sobre o tema.

Clique na imagem abaixo e saiba como engajar com gamificação: 


folhaA coluna Empreendedor Social, da Folha de S. Paulo, criou uma galeria de fotos do GameJam i9Ação – evento de cocriação inédito no universo de jogos corporativos. A matéria aborda a edição do evento que aconteceu em 24 de junho, e também ressaltou o Mega Jam que acontecerá no CONARH no dia 18 de agosto, no Transamérica Expo-Center.

Leia na íntegra:



validoDia 11 de junho, no Estadão, o Game Jam que será no Conarh 2015 foi destaque no informativo da Associação Brasileira de Recursos Humanos. O objetivo da programação é de trazer mais criatividade, inovação e interatividade para o evento e para o RH como um todo por meio de jogos corporativos. Em entrevista, Fernando Seacero, sócio-fundador da i9Ação, ressalta como a capacidade criativa e a qualidade dos jogos surpreende os participantes.

Leia na íntegra:



final

Bárbara Nór

Da Revista VOCÊ S/A, em São Paulo

Os brasileiros são conhecidos como um povo comunicativo. E esse clichê se repete no trabalho: 45% dos profissionais do país se encaixam em um perfil comportamental que tem facilidade para estabelecer vínculos e pouca objetividade para tratar de problemas.

Essa é a conclusão do psicólogo Fernando Seacero, da i9ação, consultoria de São Paulo, com base em treinamentos com mais de 30 000 profissionais. Com base na pesquisa, a empresa mapeou quatro perfis de comportamento.



A Folha maio 2015_2 (3)capa do Caderno de Carreiras da Folha de São Paulo destacou os jogos para treinar líderes. A tendência de gamificação já é percebida pelos executivos, pelo RH e ganha a atenção da mídia. O sócio-fundador da i9Ação, Fernando Seacero, apresentou na matéria o jogo de tabuleiro Madru. Leia na íntegra:



Clique aqui para assistir a entrevista!

IMG_2928

Um teste feito com 30 mil pessoas identificou os quatro perfis de profissionais mais comuns entre os brasileiros. Quase metade deles faz parte do grupo dos conectados. O objetivo da metodologia é focar nos pontos positivos e conseguir ser melhor.

Fenando Seacero é psicólogo, trabalhou oito anos com recursos humanos e agora dá consultoria corporativa. Ele fez a pesquisa com os profissionais usando cartas. Cada uma delas contém uma frase, como por exemplo, “gosto de criar e manter relacionamentos harmoniosos” ou “gosto de trabalhar em grupo”.

A pessoa faz a escolha das cartas e Fernando monta o perfil: “Não é uma metodologia para avaliar ou qualificar. É uma metodologia para você conseguir ser melhor naquilo que faz”.