Sem título

Aplicativo do CONARH foi gamificado para aumentar o networking e ampliar a interatividade e o engajamento dos visitantes

O CONARH 2015 – Maior evento de Gestão de Pessoas da América Latina e segundo maior do mundo – oferecerá neste ano um aplicativo móvel para celulares ioS e Android dos visitantes e a tecnologia gamificada foi patrocinada e desenvolvida pela i9Ação e pela Goldark.

Além das informações do evento, como mapeamento dos estandes, programação do congresso, o APP tem funcionalidades como possibilitar a avaliação e interação com palestras/palestrantes, gerar networking entre os participantes, reduzir o uso de papéis com a troca de contatos eletrônica. Disponibiliza ainda um Mural para troca de fotos e informações.



solution-860229_640Muito já se falou sobre a gamificação e seus benefícios, mas também é preciso saber como avaliar o processo gamificado

Gamificação ou gamification é um sistema que vem sendo utilizado de forma ampla e estratégica pelos departamentos de marketing e de RH de inúmeras empresas. Portanto, uma parte importante do trabalho é medir e comprovar resultados. Analisar se o que foi aplicado realmente chegou ao objetivo, por exemplo, se gerou um relacionamento mais concreto e positivo com o público-alvo (clientes ou colaboradores).

Para medir e comprovar os resultados através da gamificação é necessário ter clareza quanto aos objetivos da empresa.  Com os objetivos em mãos e as estratégias na plataforma do jogo, é hora de funcionar! Comece analisando alguns pontos:



game-708586_640Para entender os efeitos da gamificação, é preciso ir muito além do jogo. A metodologia pressupõe o desenho de um modelo que leva em consideração a definição de um propósito, o estabelecimento de regras, um sistema de feedback e a participação voluntária. Dentro deste cenário, o participante é convidado a se envolver e assim realizar ações que o levem a consecução dos objetivos do jogo.



play-stone-568180_640A gamificação aparece atualmente entre novas metodologias que solucionam muitos desafios corporativos. As dinâmicas dos jogos são a cada dia mais reconhecidas como ferramentas eficientes para engajar e aumentar a produtividade de colaboradores, além de melhorar a relação com clientes.

Por exemplo, jogos para empresas está entre as  formas de instituir treinamentos eficientes e com alto índice de participação dos colaboradores. É utilizada para incentivar o uso de novos sistemas e processos em um ambiente de trabalho e conseguir o maior número de adesão por parte dos funcionários. Pode ser uma estratégia para destacar uma marca, envolvendo um grande número de consumidores e gastando poucos recursos.



IMG_20150610_153347793Cerca de 40 alunos do curso de Game Design, da Universidade Anhembi Morumbi foram imersos em uma dinâmica diferenciada de criação de jogos pensando em criatividade, coocriação, soluções inovadoras de desafios e compartilhamento de ideias. Eles participaram, entre os dias 10 e 11 de junho, de uma edição exclusiva do GameJam i9Ação – evento de cocriação inédito no universo de jogos corporativos –, iniciativa lançada em 2015 visando primeiramente como público empresas e executivos, mas que foi descoberto e virou parceiro da universidade.



brain-770044_640Uma forma de treinar e desenvolver as equipes no dinâmico universo do varejo, de uma forma diferente e que gere resultados surpreendentes, é a gamificação. A metodologia possibilita o aprendizado ativo do participante e é capaz de despertar a motivação adormecida dentro de cada um, entre outros diferenciais.

Assim como existe o varejo tradicional, “off-line”, e o cada vez mais presente “e-commerce”, existem também as técnicas de gamificação em formato presencial e digital – no formato de jogos de tabuleiro vivenciais,  jogos digitais  e portais gamificados. Quando o profissional do varejo sabe identificar a sua dor e tem um objetivo claro, fica mais fácil escolher qual o melhor modelo para criar uma solução gamificada interativa.



validoDia 11 de junho, no Estadão, o Game Jam que será no Conarh 2015 foi destaque no informativo da Associação Brasileira de Recursos Humanos. O objetivo da programação é de trazer mais criatividade, inovação e interatividade para o evento e para o RH como um todo por meio de jogos corporativos. Em entrevista, Fernando Seacero, sócio-fundador da i9Ação, ressalta como a capacidade criativa e a qualidade dos jogos surpreende os participantes.

Leia na íntegra:



A Folha maio 2015_2 (3)capa do Caderno de Carreiras da Folha de São Paulo destacou os jogos para treinar líderes. A tendência de gamificação já é percebida pelos executivos, pelo RH e ganha a atenção da mídia. O sócio-fundador da i9Ação, Fernando Seacero, apresentou na matéria o jogo de tabuleiro Madru. Leia na íntegra:



os jogos simuladores permitem que os profissionais enfrentem situações de risco reais que pode ocorrer a qualquer momento de sua rotina de trabalhoSão inúmeros os benefícios dessa atividade. Por exemplo, os jogos simuladores permitem que os profissionais enfrentem situações de risco reais que pode ocorrer a qualquer momento de sua rotina de trabalho, tomando decisões que refletirão no sucesso ou fracasso de uma empresa sem colocar em risco as finanças da organização. Os jogos simuladores colocam os jogadores diante de situações reais para aplicação de conhecimentos previamente adquiridos, mas sem oferecer riscos financeiros e operacionais à empresa.

É possível realizar simulações de mercado, que incluem jogos de operações financeiras, contemplando o aprendizado prático de tomada de decisão. E também os jogos de processo, nos quais os participantes são expostos a situações de impasses operacionais e burocráticos que devem ser solucionados da melhor forma possível para a equipe e empresa.



Os jogOs jogos simuladores formam a nova tendência quando o assunto é treinamento de desenvolvimento.os simuladores formam a nova tendência quando o assunto é treinamento e desenvolvimento. O mercado de trabalho está cada vez mais competitivo e cobra a atualização constante dos profissionais que têm uma nova opção para se aprimorar e se destacar no mercado de trabalho, assim como os gestores de recursos humanos, que encontraram nos jogos um novo aliado para aumentar a produtividade dos colaboradores.

E engana-se quem pensa que jogos são coisas de criança. Jogos de simulação, fazem parte de uma atividade interativa de aprendizado que está ganhando espaço no meio de treinamento e desenvolvimento. Trata-se da gamification, uma estratégia de interação entre pessoas e empresas que geram estímulos de forma lúdica, por meio dos jogos.

Como funciona?