vender mais

No primeiro artigo Venda mais com Gamification I, falamos sobre como grandes e médias empresas estão usando a gamificação “da porta pra fora” para conquistar novos clientes ou para fidelizar sua base. Mostramos estratégias de marketing no formato de jogo que promovem interações com a marca e premiam consumidores engajados no processo.

Mas a gamificação é uma metodologia mais abrangente, permite a criação de outras estratégias e ajudam de diversas formas a sua empresa a vender mais. Além de ações “da porta pra fora”, como as de marketing, existem ainda outras técnicas de games que podemos citar para engajar e treinar seus colaboradores, contribuindo também para o aumento das vendas. Neste post vamos trazer informações que você não pode deixar de lado, olhando agora “da porta pra dentro” da sua empresa.


Como utilizar gamificação para envolver as pessoas na cultura organizacional

Envolver os colaboradores na cultura organizacional não é fácil, até por que adultos só se envolvem com aquilo que acreditam. O ponto é: como convencer os funcionários sobre o sonho da empresa e a importância de todos os detalhes de sua cultura organizacional? Saiba que hoje há meios, como a gamificação, que fazem com que você engaje seu time com a cultura da empresa.


2

Antes mais restrita às grandes companhias, a integração dos novos colaboradores vem se espalhando e provando que é uma ferramenta eficiente.

Ela ambienta o colaborador totalmente ao seu trabalho antes dele começar a colocar a mão na massa, o que é diferente de simplesmente apontar-lhe o canto onde deve ficar e dizer “seja bem-vindo ao nosso time!”.


cms-files-3191-1453222787Gestão+de+Pessoas-3975aLiderança, trabalho em equipe, empatia, descoberta individual e entendimento mais profundo de conceitos são exemplos do que pode ser estimulado de forma orgânica e objetiva com jogos corporativos.

A gamificação é a técnica de utilizar conceitos e elementos de jogos em situações cotidianas para mobilizar e engajar pessoas em uma causa comum.


vendas

Uma das atuais tendências no setor empresarial é a gamificação ou  gamification, que tem sido muito utilizada como uma forma de aumentar o faturamento com vendas. Você já ouviu falar nesta expressão e sabe como pode utilizá-la para vender mais?


engajamentoHoje, as empresas estão muito mais conscientes da importância de possuir colaboradores engajados. Elas sabem que a falta desse engajamento pode custar muito caro e investem em treinamentos e benefícios.

O engajamento é o comprometimento e envolvimento emocional  do colaborador com a empresa. Um profissional engajado é entusiasmado com o trabalho e envolvido com as ações que fortalecem a reputação da organização.

Mas quando esse engajamento não existe, o colaborador é desinteressado e isso prejudica o desenvolvimento da empresa. Por isso, é importante identificar quais colaboradores não estão engajados e propor medidas para mudar essa situação.

Veja alguns sinais caracterizam a falta de engajamento dos colaboradores e saiba como promover esse engajamento:


chess

Quem disse que para o aprendizado ser produtivo a metodologia tem que ser tradicional? Pelo contrário, tendências recentes provam que usar técnicas interativas e de entretenimento para difundir conhecimento pode trazer resultados positivos no processo de aprendizagem. São estratégias que usam recursos divertidos para garantir a atenção e a participação das pessoas de forma que a absorção do conteúdo seja (impulsionada para níveis estratosféricos) muito maior.

Por exemplo: já pensou em usar um jogo para treinar e desenvolver as competências dos seus colaboradores? Muitas empresas já aplicam a técnica com sucesso no Brasil e no mundo. São games adaptados ou criados para atingir objetivos específicos de cada negócio, mas que têm em comum garantir que os participantes aprendam determinados conteúdos.

Confira algumas dicas para dar aquele upgrade no treinamento dos seus colaboradores:


cooperacao

Um dos diferenciais de uma empresa é o seu ambiente de trabalho. Quanto mais agradável e aberto a ideias criativas, melhor. Para conseguir este tipo de ambiente, é importante incentivar um comportamento cooperativo. O resultado são colaboradores mais felizes e que produzem mais.

Conheça 7 motivos para incentivar a cooperação na empresa:


geração yHá alguns anos, a geração Y começou a entrar no mercado de trabalho e mudou o perfil do quadro de colaboradores das empresas. Esta é a geração nascida entre os anos 1980 e 2000. São pessoas que priorizam o bem-estar e a liberdade criativa no ambiente de trabalho, que não têm medo de mudar de emprego e que buscam desafios constantes. Para esta geração, a forma de absorver conhecimento é diferente, por isso, devem ser utilizadas metodologias distintas que garantam um aprendizado produtivo.


EngajamentoÉ possível tornar atividades de integração mais atrativas e divertidas para os seus colaboradores. Para isso, vale a pena saber mais sobre uma metodologia já usada há algum tempo, mas que ganhou novos recursos nos últimos anos: a gamificação.

A ideia central deste sistema é utilizar a linguagem e os efeitos visuais dos games dentro do contexto corporativo. Um exemplo para ilustrar o processo: construir um jogo de tabuleiro em que o jogador precisa responder temas relacionados ao negócio da empresa.

Confira três motivos que explicam o porquê de cada vez mais empresas investirem nesse recurso:

  • Estimula a cooperação e sinergia em equipes;
  • Colaboradores mais participativos no processo de aprendizagem.

Processos de integração

Para ter colaboradores engajados, é preciso que eles conheçam bem o negócio e o produto da empresa, certo? Este deve ser um dos principais objetivos da integração: a apresentação da marca.

Quando alguém entra na empresa, demora um tempo para se habituar ao novo trabalho e às normas. Para acelerar este processo, a integração realizada nos primeiros dias deve ser eficiente e produtiva. Para isso, é fundamental investir em recursos que tornem a atividade atrativa para os colaboradores.

Apresentações mais interessantes 

integraçãoExistem muitas maneiras de fazer a apresentação da marca, utilizando recursos de áudio, vídeo e interatividade, por exemplo. Todos estes elementos são válidos para garantir que os participantes absorvam o conhecimento transmitido e memorizem o máximo do conteúdo.

Uma apresentação de Power Point pode ser útil para resumir todas as informações necessárias, mas utilizar apenas este recurso faz com que a atividade seja entediante e com pouca participação do público. O processo acaba sendo pouco produtivo.

Para garantir que a integração seja uma ação eficiente, a melhor estratégia é reunir diferentes recursos e incentivar a interatividade dos colaboradores. Então, vamos aos games?

Um game incrível

Jogos promovem a participação ativa dos colaboradores, lançam desafios e são considerados uma forma de entretenimento. É um recurso que chama a atenção dos colaboradores mais novos e dos mais velhos, porque incentiva uma característica natural em todo ser humano: a competitividade. Transforme a atividade em um game divertido e instrutivo! Confira algumas dicas para fazer isso:

Comece determinando o objetivo do treinamento

Antes de tudo, é importante saber qual é o motivo da atividade, para depois estabelecer qual é o melhor caminho para alcançar o objetivo principal. Existem diferentes modalidades de jogos que podem ser aplicados, de acordo com a necessidade de cada empresa.

Trace o perfil dos seus colaboradores

Os games podem ser de tabuleiro, jogos de cartas ou aplicativos para celular. E esses são só alguns exemplos. Para garantir o máximo de eficiência no processo, avalie o perfil do seu quadro de colaboradores e descubra qual método funciona melhor.

Defina as regras do jogo

O desafio lançado é um dos principais atrativos dos jogos. Para que o processo seja produtivo, utilize regras claras e objetivos bem definidos. Assim, o jogador estará bem orientado sobre como chegar ao fim.

Integração de novos colaboradoresCrie games específicos

Os jogos corporativos são feitos para atender diferentes objetivos e diferentes empresas. Crie uma experiência única para o seu colaborador durante o processo de integração. Pode ser a simulação de uma situação cotidiana da empresa em ambiente virtual, um jogo de dados que treine competências ou um jogo de tabuleiros com perguntas relacionadas a empresa.

E você, o que acha da gamificação? Compartilhe sua opinião com a gente!

 

cta mundo