Os 10 benefícios da SIPAT digital

Imagem: Marcus Souza

Você sabe quais os resultados que a mudança no formato e no ambiente da SIPAT pode trazer para seu time e para a sua empresa?

Cada empresa possui os seus objetivos ao realizar o evento, correto? Mas ao optar pela SIPAT Digital existem alguns resultados claros que você precisa conhecer!

 

Conheça os 10 resultados da SIPAT Digital com o 2Gether



microlearning na segurança do trabalho

Imagem: Marcus Souza

As empresas precisam garantir que os padrões de segurança do trabalho sejam respeitados por todos, especialmente por aqueles que o trabalho envolve algum risco. É papel dos empregadores conscientizar seus funcionários sobre os processos e procedimentos de segurança. E você sabia que uma duas metodologias que ajudam nisso são microlearning e gamificação?

É fundamental garantir que os times façam seus trabalhos com conhecimento total das operações e medidas de segurança. Embora as empresas possuam maneiras próprias de treinar sua equipe, a forma de treinamento mais tradicional nem sempre é eficaz. 

As organizações geralmente consideram a SIPAT, a Semana Interna de Prevenção de Acidentes de Trabalho como o único treinamento de segurança no ano. Uma programação intensa para abordar tudo o que é importante. E queremos mostrar que existem formas de melhorar essa experiência.

Confira agora os detalhes sobre a eficácia da gamificação e do microlearning na segurança do trabalho e como sua empresa pode colocar essas soluções em prática.

 

Como combater a falta de interesse nas práticas de segurança do trabalho?



sipat 2020

Imagem: Marcus Souza

Para todas as empresas que contam com uma CIPA, é preciso realizar anualmente a SIPAT – Semana Interna de Prevenção de Acidentes. Se você já organizou um desses eventos, com certeza sabe que demanda (em um cenário normal) uma série de definições e um extenso processo de organização. Mas como será que as empresas podem realizar a SIPAT 2020?

 

Com a pandemia do novo Coronavírus e a instauração da quarentena em todo o mundo, a SIPAT 2020 precisará ganhar adequações dentro do “novo normal”, que é o trabalho home office, algumas escalas de trabalho reduzidas e regras de distanciamento social, além de dos novos hábitos e padrões de higiene e de segurança. E como fazer a SIPAT 2020 neste contexto?

Apesar das mudanças exigidas agora, o momento só antecipou algumas tendências e acelerou a transformação digital na realidade das empresas. É aproveitando dos pontos positivos que você pode superar os desafios para realizar a SIPAT 2020, e ainda trazer as atualizações da segurança do trabalho necessárias nesse contexto.

Confira agora como superar 6 principais dificuldades de realizar o SIPAT em 2020 e melhorar o que já precisava de uma modernização. Vamos apresentar alguns pontos sobre soluções digitais para um SIPAT de sucesso.



planejar gamificação

A gamificação está ganhando cada vez mais espaço no mundo corporativo, traz resultados incríveis e mensuráveis com a tecnologia. Porém, como planejar um jogo corporativo da forma mais eficiente e profissionalizada? Conheça as dicas de Fernando Seacero, fundador da i9Ação

No mês de abril é celebrado o Dia da Educação. A data foi ampliada, sendo chamada também como “Dia do Gamifico” pelo fundador da i9Ação, Fernando Seacero. Afinal, essa ferramenta digital pode agregar — e muito— no aprendizado de adultos pelo diferencial de acelerar a aprendizagem e possibilitar que o conteúdo aprendido fique na memória por mais tempo. O importante é utilizar a gamificação da maneira certa.

Em um estudo da The Elearning Guide, 79% das pessoas afirmam que seriam mais produtivas se aprendessem através de jogos. Para os tempos de quarentena, a gamificação corporativa digital é uma solução que está sendo muito mais procurada do que o mesmo período de 2019 e de 2018, mensura Seacero dentro do balanço da i9Ação.

“Há 18 anos trabalhamos com jogos corporativos para aprendizagem e há 7 anos estamos aplicando a metodologia dos tabuleiros gigantes em plataformas gamificadas para celulares e computadores. Isso foi extremamente relevante para conseguirmos dar o respaldo para nossos clientes nesse momento de isolamento social e Home Office”, descreve.



microlearning

Imagem: Marcus Souza

 

Se a quarentena é um período de pausa para uma análise profunda de todos os processos, o treinamento dos colaboradores também não tem escapatória. Por isso, hoje estamos aqui para falar sobre o Microlearning

Mas antes, precisamos falar sobre os treinamentos tradicionais, que imploram para serem repensados. Não é de hoje que ouvimos a expressão “Morte pelo  PPT”. Seja o chefe ou o colaborador, todos clamam por soluções mais modernas, mais eficientes e mais legais, afinal, todos querem estar em um local cheio de engajamento. 

Você já deve ter acompanhado nossos posts sobre como gamificar seus processos. Porém, hoje, por três motivos nosso foco é abordar o Microlearning:

 

  • É uma metodologia que merece sua atenção pelo simples fato de vir para mudar padrões e conceitos;
  • Hoje em dia é preciso se atualizar com o que há de melhor no Brasil e no Mundo;
  • Nosso fundador Fernando Seacero indica o livro Microlearning: Short and Sweet, de Karl M. Kapp e Robyn A. Defelice.


2Gether

Como sua empresa se comunica com seus colaboradores? No dia a dia, surgem diversas informações que precisam ser compartilhadas e, nesse período de quarentena, esse trabalho se tornou ainda mais importante. Mas para tornar esse processo mais simples, rico e divertido, nós da i9Ação lançamos uma nova solução gamificada: o 2Gether!

Diferentemente de outras soluções, o 2Gether une uma série de funcionalidades que ajudam as empresas a manter um contato contínuo com (e entre) os colaboradores através de um canal exclusivo

Entre os principais benefícios, está a possibilidade de analisar relatórios de uso e acesso, rico em detalhes (você pode conhecer melhor falando com nossos especialistas). Mas isso é só uma das possibilidades.

Veja a partir de agora o que é a plataforma 2Gether, como funciona na prática e quais os seus principais benefícios para as empresas:



aprendizagem corporativa

Escolha as 3 opções certas sobre aprendizagem corporativa na cultura 4.0 🙂

O que você poderia imaginar que seria o futuro da aprendizagem corporativa na verdade já é o presente e está aqui: nos ambientes empresariais também. Os métodos tradicionais estão mudando rapidamente, passando para modelos mais dinâmicos e interativos. Quer saber as novidades sobre estratégias de aprendizagem? Vem comigo!

A Indústria 4.0 surgiu com a entrada de novas tecnologias para entretenimento, para facilitar a nossa rotina e para termos acesso a um grande volume de informações. A chegada da tal Cultura 4.0 impacta completamente no comportamento da sociedade e reflete dentro da cultura organizacional.

Devido a essa nova realidade, as necessidades ligadas à aprendizagem corporativa estão crescendo (e mudando) em todas as áreas. Aí começamos a nos deparar com universos complexos chamados Microlearning, Gamificação e Aprendizagem em rede.

E o que será que realmente significa isso?

 

O que muda em termos de aprendizagem corporativa na cultura 4.0?



Tem muitas formas para medir o resultado da plataforma gamificada para a formação de gerentes:

  • Uma delas é Analytics!
  • Uma outra é tirar uma foto 🙂

Então fomos lá medir novamente, aplicamos a 2ª Edição.

Veja aqui o segundo relatório:



plataforma gamificada para produtores rurais

 

Seis grupos de produtores rurais já passaram pela plataforma gamificada para entender – na teoria e prática – não só como ser protagonista e ser mais ativo em seu setor. Eles também aprenderam o poder do jogo como método de aprendizagem

A formação de novas lideranças e o estreitamento dos elos do sistema associativo têm sido pauta do Sistema FAEP/SENAR-PR (Federação da Agricultura do Estado do Paraná / Administração Regional do Estado do PR). A plataforma presencial gamificada “Agro Pro – Produtor Protagonista” foi desenvolvida como uma das estratégias para a mobilização do produtor rural local.

Quer saber como funciona a Plataforma Gamificada?



A matéria de CAPA da Revista Melhor – Gestão de Pessoas colheu opiniões e experiências de empreendedores que buscam desenvolver soluções disruptivas para aprimorar o aprendizado no Brasil

Definir como será a educação no futuro já não é um desafio tão distante. A tecnologia já molda a forma de aprender e inova constantemente. É esse o tema da reportagem da última edição da Revista Melhor, escrita por Gumae Carvalho.


1 2 3 10