folhaA coluna Empreendedor Social, da Folha de S. Paulo, criou uma galeria de fotos do GameJam i9Ação – evento de cocriação inédito no universo de jogos corporativos. A matéria aborda a edição do evento que aconteceu em 24 de junho, e também ressaltou o Mega Jam que acontecerá no CONARH no dia 18 de agosto, no Transamérica Expo-Center.

Leia na íntegra:


IMG_20150610_153347793Cerca de 40 alunos do curso de Game Design, da Universidade Anhembi Morumbi foram imersos em uma dinâmica diferenciada de criação de jogos pensando em criatividade, coocriação, soluções inovadoras de desafios e compartilhamento de ideias. Eles participaram, entre os dias 10 e 11 de junho, de uma edição exclusiva do GameJam i9Ação – evento de cocriação inédito no universo de jogos corporativos –, iniciativa lançada em 2015 visando primeiramente como público empresas e executivos, mas que foi descoberto e virou parceiro da universidade.


brain-770044_640Uma forma de treinar e desenvolver as equipes no dinâmico universo do varejo, de uma forma diferente e que gere resultados surpreendentes, é a gamificação. A metodologia possibilita o aprendizado ativo do participante e é capaz de despertar a motivação adormecida dentro de cada um, entre outros diferenciais.

Assim como existe o varejo tradicional, “off-line”, e o cada vez mais presente “e-commerce”, existem também as técnicas de gamificação em formato presencial e digital – no formato de jogos de tabuleiro vivenciais,  jogos digitais  e portais gamificados. Quando o profissional do varejo sabe identificar a sua dor e tem um objetivo claro, fica mais fácil escolher qual o melhor modelo para criar uma solução gamificada interativa.


offer-logoConheça como novas conexões entre liderança, técnicas de games e redes de relações humanas transformam a maneira de liderar equipes e de atingir melhores resultados nas empresas. Baixe agora!


validoDia 11 de junho, no Estadão, o Game Jam que será no Conarh 2015 foi destaque no informativo da Associação Brasileira de Recursos Humanos. O objetivo da programação é de trazer mais criatividade, inovação e interatividade para o evento e para o RH como um todo por meio de jogos corporativos. Em entrevista, Fernando Seacero, sócio-fundador da i9Ação, ressalta como a capacidade criativa e a qualidade dos jogos surpreende os participantes.

Leia na íntegra:


final

Bárbara Nór

Da Revista VOCÊ S/A, em São Paulo

Os brasileiros são conhecidos como um povo comunicativo. E esse clichê se repete no trabalho: 45% dos profissionais do país se encaixam em um perfil comportamental que tem facilidade para estabelecer vínculos e pouca objetividade para tratar de problemas.

Essa é a conclusão do psicólogo Fernando Seacero, da i9ação, consultoria de São Paulo, com base em treinamentos com mais de 30 000 profissionais. Com base na pesquisa, a empresa mapeou quatro perfis de comportamento.


A Folha maio 2015_2 (3)capa do Caderno de Carreiras da Folha de São Paulo destacou os jogos para treinar líderes. A tendência de gamificação já é percebida pelos executivos, pelo RH e ganha a atenção da mídia. O sócio-fundador da i9Ação, Fernando Seacero, apresentou na matéria o jogo de tabuleiro Madru. Leia na íntegra:


os jogos simuladores permitem que os profissionais enfrentem situações de risco reais que pode ocorrer a qualquer momento de sua rotina de trabalhoSão inúmeros os benefícios dessa atividade. Por exemplo, os jogos simuladores permitem que os profissionais enfrentem situações de risco reais que pode ocorrer a qualquer momento de sua rotina de trabalho, tomando decisões que refletirão no sucesso ou fracasso de uma empresa sem colocar em risco as finanças da organização. Os jogos simuladores colocam os jogadores diante de situações reais para aplicação de conhecimentos previamente adquiridos, mas sem oferecer riscos financeiros e operacionais à empresa.

É possível realizar simulações de mercado, que incluem jogos de operações financeiras, contemplando o aprendizado prático de tomada de decisão. E também os jogos de processo, nos quais os participantes são expostos a situações de impasses operacionais e burocráticos que devem ser solucionados da melhor forma possível para a equipe e empresa.