vender mais

No primeiro artigo Venda mais com Gamification I, falamos sobre como grandes e médias empresas estão usando a gamificação “da porta pra fora” para conquistar novos clientes ou para fidelizar sua base. Mostramos estratégias de marketing no formato de jogo que promovem interações com a marca e premiam consumidores engajados no processo.

Mas a gamificação é uma metodologia mais abrangente, permite a criação de outras estratégias e ajudam de diversas formas a sua empresa a vender mais. Além de ações “da porta pra fora”, como as de marketing, existem ainda outras técnicas de games que podemos citar para engajar e treinar seus colaboradores, contribuindo também para o aumento das vendas. Neste post vamos trazer informações que você não pode deixar de lado, olhando agora “da porta pra dentro” da sua empresa.


Como utilizar gamificação para envolver as pessoas na cultura organizacional

Envolver os colaboradores na cultura organizacional não é fácil, até por que adultos só se envolvem com aquilo que acreditam. O ponto é: como convencer os funcionários sobre o sonho da empresa e a importância de todos os detalhes de sua cultura organizacional? Saiba que hoje há meios, como a gamificação, que fazem com que você engaje seu time com a cultura da empresa.


A i9Ação desenvolveu e aplicou a vivência de integração, empreendedorismo e sustentabilidade para 120 jovens e 19 educadores do Instituto Nextel São Paulo e Salvador. O Jogo Cooperativo Conexões Sustentáveis abordava 5 valores do instituto que foram exercitados durante o jogo: cooperação, ética, respeito, cidadania e protagonismo juvenil. Veja a impressão dos participantes diante do aprendizado por meio dos jogos aplicados.


2

Antes mais restrita às grandes companhias, a integração dos novos colaboradores vem se espalhando e provando que é uma ferramenta eficiente.

Ela ambienta o colaborador totalmente ao seu trabalho antes dele começar a colocar a mão na massa, o que é diferente de simplesmente apontar-lhe o canto onde deve ficar e dizer “seja bem-vindo ao nosso time!”.