geração yHá alguns anos, a geração Y começou a entrar no mercado de trabalho e mudou o perfil do quadro de colaboradores das empresas. Esta é a geração nascida entre os anos 1980 e 2000. São pessoas que priorizam o bem-estar e a liberdade criativa no ambiente de trabalho, que não têm medo de mudar de emprego e que buscam desafios constantes. Para esta geração, a forma de absorver conhecimento é diferente, por isso, devem ser utilizadas metodologias distintas que garantam um aprendizado produtivo.


EngajamentoÉ possível tornar atividades de integração mais atrativas e divertidas para os seus colaboradores. Para isso, vale a pena saber mais sobre uma metodologia já usada há algum tempo, mas que ganhou novos recursos nos últimos anos: a gamificação.

A ideia central deste sistema é utilizar a linguagem e os efeitos visuais dos games dentro do contexto corporativo. Um exemplo para ilustrar o processo: construir um jogo de tabuleiro em que o jogador precisa responder temas relacionados ao negócio da empresa.

Confira três motivos que explicam o porquê de cada vez mais empresas investirem nesse recurso:

  • Estimula a cooperação e sinergia em equipes;
  • Colaboradores mais participativos no processo de aprendizagem.

Processos de integração

Para ter colaboradores engajados, é preciso que eles conheçam bem o negócio e o produto da empresa, certo? Este deve ser um dos principais objetivos da integração: a apresentação da marca.

Quando alguém entra na empresa, demora um tempo para se habituar ao novo trabalho e às normas. Para acelerar este processo, a integração realizada nos primeiros dias deve ser eficiente e produtiva. Para isso, é fundamental investir em recursos que tornem a atividade atrativa para os colaboradores.

Apresentações mais interessantes 

integraçãoExistem muitas maneiras de fazer a apresentação da marca, utilizando recursos de áudio, vídeo e interatividade, por exemplo. Todos estes elementos são válidos para garantir que os participantes absorvam o conhecimento transmitido e memorizem o máximo do conteúdo.

Uma apresentação de Power Point pode ser útil para resumir todas as informações necessárias, mas utilizar apenas este recurso faz com que a atividade seja entediante e com pouca participação do público. O processo acaba sendo pouco produtivo.

Para garantir que a integração seja uma ação eficiente, a melhor estratégia é reunir diferentes recursos e incentivar a interatividade dos colaboradores. Então, vamos aos games?

Um game incrível

Jogos promovem a participação ativa dos colaboradores, lançam desafios e são considerados uma forma de entretenimento. É um recurso que chama a atenção dos colaboradores mais novos e dos mais velhos, porque incentiva uma característica natural em todo ser humano: a competitividade. Transforme a atividade em um game divertido e instrutivo! Confira algumas dicas para fazer isso:

Comece determinando o objetivo do treinamento

Antes de tudo, é importante saber qual é o motivo da atividade, para depois estabelecer qual é o melhor caminho para alcançar o objetivo principal. Existem diferentes modalidades de jogos que podem ser aplicados, de acordo com a necessidade de cada empresa.

Trace o perfil dos seus colaboradores

Os games podem ser de tabuleiro, jogos de cartas ou aplicativos para celular. E esses são só alguns exemplos. Para garantir o máximo de eficiência no processo, avalie o perfil do seu quadro de colaboradores e descubra qual método funciona melhor.

Defina as regras do jogo

O desafio lançado é um dos principais atrativos dos jogos. Para que o processo seja produtivo, utilize regras claras e objetivos bem definidos. Assim, o jogador estará bem orientado sobre como chegar ao fim.

Integração de novos colaboradoresCrie games específicos

Os jogos corporativos são feitos para atender diferentes objetivos e diferentes empresas. Crie uma experiência única para o seu colaborador durante o processo de integração. Pode ser a simulação de uma situação cotidiana da empresa em ambiente virtual, um jogo de dados que treine competências ou um jogo de tabuleiros com perguntas relacionadas a empresa.

E você, o que acha da gamificação? Compartilhe sua opinião com a gente!

 

cta mundo


Desenvolvimento de competêciasO desenvolvimento de competências entre os colaboradores de uma empresa traz resultados positivos tanto para o negócio quanto para o profissional. São processos que trabalham habilidades variadas: liderança, feedback, comunicação, cooperação, proatividade e outras características indispensáveis para quem busca crescer.

Ao ter profissionais completos e melhor capacitados, a empresa ganha em produtividade e em qualidade dos produtos e serviços comercializados. Por isso, é fundamental investir em ideias e sugestões que tornem os treinamentos dos colaboradores mais eficientes e atrativos.

Quanto mais criativo e colaborativo for o processo, melhor é a aprendizagem. Confira algumas dicas para aprimorar o treinamento de competências dos seus colaboradores:

Analise o perfil dos colaboradores

Antes de tudo, é preciso avaliar como são os colaboradores da empresa. Depois, devem ser definidas estratégias que combinem com o perfil de aprendizagem deles. Existem maneiras de tornar as diferentes formas de apresentação de conteúdo mais interessantes. Verifique qual é o melhor método de aprendizado para os seus colaboradores e utilize diferentes recursos (som, imagem e texto) para aprimorar o processo.

Dinâmica da EstrelaCrie sistemas de pontuação e recompensa

Aproveite o treinamento para tirar o colaborador da zona de conforto. É um excelente momento para criar desafios e analisar como cada um se comporta para chegar ao objetivo em questão. O uso de recompensas incentiva ainda mais o engajamento dos participantes. Essa é uma maneira criativa de obter o máximo de atenção do colaborador durante a capacitação de competências.

Promova atividades que simulam situações reais

Demonstrar de que maneira o conhecimento passado durante o treinamento tem valor nas situações cotidianas de trabalho é fundamental para que o colaborador perceba a importância da capacitação. Para isso, utilize metodologias que coloquem os participantes de frente com situações reais, para que eles possam praticar o conhecimento adquirido. Esta também é uma estratégia que aumenta a participação do colaborador durante o processo.

Utilize estratégias divertidas

Existem recursos que ajudam a deixar a capacitação mais interessante para os colaboradores. São elementos visuais, efeitos de som e outras técnicas que proporcionam entretenimento durante o aprendizado e são muito bem-vindas. Para que a capacitação seja uma atividade criativa é preciso sair da metodologia tradicional e investir em estratégias dinâmicas, atrativas e interativas.

Use metodologias que motivem a participação

Case-Mafre-6Aposte em estratégias que convidem o colaborador a interagir com o processo de conhecimento. Quando há a participação ativa, a quantidade de informação absorvida é muito maior. A atividade fica muito mais interessante, produtiva e dinâmica dessa forma.

Invista na gamificação

Esta é uma estratégia que utiliza recursos baseados em games para atividades de engajamento e para incentivar a colaboração dentro do ambiente corporativo. A gamificação usa jogos para atender diferentes objetivos dentro de uma determinada empresa. É uma metodologia que estimula a participação ativa do colaborador, propondo desafios que têm como propósito instruir e treiná-los. Dessa maneira, o colaborador aprende brincando, em um processo criativo, ágil e atrativo.

E você, o que acha das formas dinâmicas e colaborativas para desenvolver competências? Conte para a gente nos comentários!

Líder Play 1


gamificação e engajamentoVocê conhece o significado de gamificação? Se sim, provavelmente sabe que esta é uma tendência que conquista cada vez mais empresas porque promove o aumento do engajamento dos colaboradores e dos clientes. Se ainda não sabe o que é, conheça o significado desta estratégia inovadora.

Gamificação (ou gamification) é uma metodologia que utiliza recursos de jogos para promover o engajamento no ambiente corporativo. A estratégia não é necessariamente um jogo de videogame, mas se baseia em seus elementos como pontuação, recompensa, feedback e evolução. Alguns dos objetivos são incentivar a participação e a cooperação de funcionários.

A tendência veio para ficar: até 2018, o mercado de gamificação deve movimentar U$$ 5,5 bilhões pelo mundo. Leia os próximos tópicos para entender o porquê desta estratégia ser um sucesso nos processos de treinamento e desenvolvimento das empresas!